links da semana (22 a 28/03)

Desde a morte prematura do Google Reader, eu busco um jeito de conseguir compartilhar e registrar os links interessantes pelos quais eu passo ao longo dos dias. Para fins de arquivamento e futura referência eu acredito ter encontrado uma boa solução no Evernote, mas a parte de compartilhar sempre foi um problema.

Na semana passada, porém, em um momento de súbita irritação (maior que o normal) com o Facebook e seu algoritmo de relevância, tive uma ideia: publicar lá todo e qualquer link que eu normalmente mandaria para listas de discussão ou amigos específicos, sem explicação ou coisa que o valha, e ao final da semana reunir tudo em um post aqui no blog. Imagino que isso vá bagunçar ainda mais minha relevância perante o todo-poderoso algoritmo do Mark, o que torna a experiência ainda mais divertida. Assim, sem mais delongas, ao que acabou indo parar na minha timeline ao longo dessa semana:

  • 28/03: Notícias do fronte da nova guerra aérea que se abate sobre o Oriente Médio (Foxtrot Alpha – EN);
  • 28/03: Adult Swim chamou cinco desenhistas para colaborarem em um clipe para uma das excelentes novas músicas do Dan Deacon (YouTube);
  • 28/03: Volvo criou uma tinta reflexiva, para ser passada na bicicleta e/ou roupas do ciclista, e aumentar sua visibilidade para motoristas à noite. Se não custar uma fortuna, comprarei várias (The Verge – EN);
  • 28/03: Proposta de lei, no Arizona, obrigaria médicos a dizer que abortos podem ser “revertidos” (Slate – EN);
  • 27/03: As diferenças entre “planejamento” e “estratégia”. Leitura obrigatória para quem se interessa por marketing e negócios. (Russell Davies – EN);
  • 27/03: Ser abusado pelos pais não tem relação com se tornar um pai abusivo (The Verge – EN);
  • 27/03: A maravilhosa lista de atitudes suspeitas que, segundo a TSA, podem merecer um papinho extra com passageiros (The Verge – EN);
  • 27/03: Não há nenhuma espécie de estatística confiável sobre depressão e suicídio entre pilotos de avião, no mundo (538 – EN);
  • 27/03: Cicloativista defende a importância do Ministério Público Estadual em investigar obras de infraestrutura, mas acha que as ciclovias não precisavam. Chocante (Cidade para as Pessoas – BR);
  • 26/03: Estudante do MIT questiona a tese do Thomas Piketty e diz que a concentração de renda, nos EUA, é causada pelo mercado imobiliário e NIMBYs (Economist – EN);
  • 25/03: Em nota diretamente relacionada, estudo indica que o incentivo a criar cidades amplas e sem prédios custa US$ 1 trilhão aos cofres dos EUA. Menos prédio, mais amor e falência, pelo jeito (City Lab – EN);
  • 25/03: Como um acidente mínimo, em Porto Alegre, pode abrir um breve portal para um mundo kafkiano (Medium – EN);
  • 25/03: Finalmente, os dois centavos de Cory Doctorow reclamando de um mundo onde algo como o Clean Reader existe, mas defendendo o direito de qualquer um de usá-lo quando bem entender (Boing Boing – EN).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *